Previsão do tempo em São Francisco do Glória - MG

Previsão do tempo São Francisco do Glória - MG
Loading...

Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Carregando...

Páginas

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

RELÍQUIA DA LITERATURA FRANCISCANA
Poema escrito em 1938,  por Francisco José Gomes Costa (avô do Chico Costa do mercado), extraído do livro Caderno dos Estados – Escritos do Vovô Costa
O poema foi escrito em um período que a diocese não permitia que os Padres permanecessem por muito tempo na paróquia de São Francisco do Glória.

Paróquia de São Francisco do Glória
“Padres não ficam”
O Padre neste lugar não fica,
Não fica – não fica não!

Todos ficam nesta terra
Seja judeu ou pagão
Protestantes, metodistas
Ou de qualquer religião
Costureita, modista
Sapateiro ou remendão.

Só o Padre aqui não fica
Não fica -  não fica não!

Vem um Padre, vem logo
Mais outro e todos se vão,
Fica sempre a freguesia
Somente com o sacristão.
É um cubaco* e a relia**
É praga ou maldição.

O Padre em São Francisco
Não fica - não fica não!

Fica o Arthur na botica
O Vergélio no balcão
O  ZÉ Valério ferreiro
E o José do Roldão
Fica o Alípio seleiro
Fica o Roriz Capitão.

Mas Padre aqui não fica
Não fica - não fica não!

Fica também o Nascimento
Que manda no Maranhão
Fica o Jota fazendeiro
Dos Roriz também o João
Fica o David, o padeiro
Que vende bem caro o pão.

Só o Padre aqui não fica
Não fica -  não fica não!

Fica o Zé Costa fiscal
Fica o Joaquim seu irmão
Fica o Gustavo e o Graciano
O João Quitério que é bom
Com a sanfona o Domiciano
O Durval, o violão.

Só o Padre aqui não fica
Não fica - não fica não.

Fica o Dornellas Major
 E o Nico com o caminhão
Fica o Pedro Pedrosa
Pedro Portes e o Pedro Romão
Fica também o Manoel Rosa
Fica o Zé Pinto Brandão.

Mas o Vigário aqui não fica
Não fica - não fica não!

Fica o autor dessa escrevança
Velho caduco e bobão,
Fica o Mesquita na escola
E o Azarias escrivão,
O Adolfo em Carangola
Neste distrito o Roldão.

Mas Padre aqui não fica
Não fica - não fica não!

Fica o compadre Iremate
Rapaz catita e pimpão
Cabereiro dessas damas
Que ebem boa profissão
Goza merecida fama
Trabalha com perfeição.

Só Padres aqui não ficam
Não fica  - não ficam não!

Fica o Paulo Ricardo
Capitalista e Podão***
Alberto Freiro e o Chico
Com certeza ficarão
Fica também a Saninha
Esposa do falecido Adão.

Mas Sacerdote não fica
Não fica -  não fica não!

Fica o mestre da música
Que tem o nome João
Fica também o Euclides
Filho do amo Roldão
Fica o Acácio Dornelas
Que é um camaradão.

Mas os Padres não ficam
Não fica - não fica não!

Fica o amo Soares
Que tem a sua profissão
De carapina e não nega
Que é uma distração
Fica o João Filomeno
Que fura as covas no chão.

Somente o Sacerdote não fica
Não fica - não fica não!

Fica o Manoel Gustavo
Que é um rapaz sacudidão
Também fica o Nivaldo
Que é meio valentão
Fica também o Barra Mansa
Que tem a cara de Sultão.

Mas Padres aqui não ficam
Não fica - não fica não!

Fica o Chiquinho Alfaiate
Rapaz que veio do Japão
Fica só com seus aprendizes
Só com as tesouras na mão.

Só os Padres não ficam
Não fica - não fica não!

Fica também nosso amigo
Que mora no Sobradão
Pai de três moças bonitas
Põe a gente em confusão
Ele tem um nome esquisito
Mas lhe chamam de Dadão.

Só padre aqui não fica
Não fica – não fica não!

Fica também o Nô-nô
Que do Barra Mansa é caixeiro
Fica também a D. Olímpia
Que parece um balão
Fica o Filismino
Nobre com um enorme porretão.

Mas Vigário neste lugar não fica
Não fica – não fica não!

Fica também o seu Delegado
Que tem um bom coração
Ficam também os seus filhos
Que parecem temtação
Fica o Ramiro dentista
Que só trabalha de boticão

Mas padre neste lugar não fica
Não fica – não fica não!

Fica também o Zé Pio
Nosso amo capitão
Camilo Guedes e João Marico
Com certeza ficarão
Vou dar firme amolação.

Só o Padre aqui não fica
Não fica – não fica não!

Já tinha dado por finda
Esta encrencada canção
Quando me vio a lembrança
Luiz do sítio e Zé Adão
E assim terminando
Sem saber qual é a razão.

Que o Padre em S. Francisco do Glória
Não fica – não fica não!
Costa, avô de Irmã Rosa – Março de 1938

*feitiço.
**Arrelia: coisa ruim, mau agouro.
***Poderoso.

















domingo, 17 de janeiro de 2016

Passeio no SESC Mineiro de Grussaí – São João da Barra – RJ

Uma boa opção de passeio, principalmente pra quem mora aqui na Zona da Mata Mineira, é conhecer o SESC Mineiro de Grussaí, no litoral norte do estado do Rio de Janeiro.
Grussaí é um Distrito do Município de São João da Barra, localizado a uns 30 quilômetros de Campos no estado do Rio de Janeiro. O percurso não tem erro, basta seguir direto na BR 356 partindo de Muriaé, chegando a Campos é só seguir aproximadamente 27 quilômetros até o trevo de Grussaí.
Dentre os pontos turísticos do entorno de Grussaí temos a Praia de Grussaí, a Praia de Atafona (lugar onde o a areia do mar está destruindo muitas casas), o Porto Fluvial do Rio Paraíba do Sul, o passeio de barco até o povoado de Gargaú, visita ao Museu de Ciências com vários exemplares de peixes da região, visita a fábrica de doces (com degustação), passeio  na Foz do Rio Paraíba do Sul e as atrações do SESC Mineiro de Grussaí.
Para realização do passeio é necessário  fazer a reserva através dos seguintes contatos: 55 22 30275300/55 22 2741 3115(fax) ou resevasgrussaí@sescmg.com.br.
No SESC Mineiro de Grussaí o turista pode aproveitar o espaço de lazer do clube com várias piscinas, toboágua, jardins, pomar, restaurantes, lugares temáticos como a réplica do Taj Mahal, da Pirâmide do Egito, do parque temático japonês, o passeio de Maria Fumaça, o passeio na Jardineira Carioquinha pelos pontos turísticos da região.
Quem gosta de viajar de barco pode fazer o passeio promovido pelo SESC até a Foz do Rio Paraíba do Sul ou embarcar no Porto Fluvial no centro de São João da Barra (5 minutos de carro de Grussaí).
                                         
                                                   








terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Franciscana Maria Luzia é Co-autora de livro sobre Climatologia

Vale a pena ler o livro Experimentos em Climatologia Geográfica. O livro foi organizado por Charlei Aparecido da Silva, Edson Soares Fialho e Ercília Torres Steinke.
Muito importante lembrar que a Geógrafa franciscana Maria Luzia Silva Paulo é Co-autora do capítulo 6 - Clima e sítio: variabilidade termo-higronométrica ao longo do trasepto Ponte Nova-Ubá, Zona da Mata Mineira.
Parabéns garota, me orgulho de ter sido seu professor e motivo de inspiração.
O livro Experimento em Climatologia Geográfica relata pesquisas realizadas no Brasil, em Portugal, na frança e no Chile, envolve a articulação de grupos de pesquisas de diversas instituições de ensino superior, programas de pós-graduação e institutos de pesquisa. O livro, com dezenove capítulos, apresenta textos contendo técnicas de pesquisa em estudos climáticos em diversas temáticas e escalas, prioriza e aponta os procedimentos e métodos utilizados. Discorre sobre o uso de equipamentos, tecnologias de informação, softwares, formas de coleta e tratamento de dados, o uso e avaliação de métodos estatísticos, de SIGs e de Geoprocessamento no âmbito da Climatologia Geográfica. O objetivo da obra é contribuir essencialmente na execução de trabalhos nos níveis de graduação e pós-graduação, demostrar as potencialidades de pesquisas existentes, a diversidade das temáticas e aquilo que está sendo pesquisado na Climatologia Geográfica.
O livro foi lançado pela Editora UFGD.
Eu já tenho o meu.
Obrigado pelo carinho Maria Luzia.


segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Depois de quatro anos e meio como Diretor da Escola Estadual Santo Agostinho, volto a editar o Blog do Professor Elizeu. Durante estes mais de quatro anos, procurei dedicar toda a minha energia em prol da minha escola, evitando ao máximo criar qualquer tipo de situação polêmica que pudesse gerar algum desconforto para a instituição sob minha responsabilidade. Agora, com o final do meu mandato, volto com todo amor e carinho a ministrar aulas de Geografia na escola que tanto amo e trazer informações relevantes para os leitores.
Um abraço a todos!
Desejo a todos os franciscanos presentes e ausentes um feliz 2016.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Neste sábado, dia 21 de dezembro, aconteceu a Missa em Ação de Graças e a cerimônia de entrega dos históricos escolares dos concluintes do Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos da Escola Estadual Santo Agostinho. A Missa foi celebrada pelo Padre José de Fátima e a entrega dos históricos escolares aconteceu no Centro de Evangelização Padre Inácio. Na quinta-feira já havia ocorrido o Culto em Ação de Graças na Igreja Assembléia de Deus do Pastor Luciano de Dias. A pregação foi feita pelo Pastor Carlos e o louvor ministrado pelo Pastor Danilo da Igreja Batista. Parabéns aos alunos  e aos profissionais da Escola Estadual Santo Agostinho.







Participe do 4º encontro dos ex atletas do Esporte Clube Jacaré que será realizado no dia 30 de dezembro de 2012.


segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

CONSTRUÇÃO DE USINA HIDRELÉTRICA EM SÃO FRANCISCO DO GLÓRIA

A Poente Empreendimentos LTDA convida a todos para participarem da Audiência Pública da PCH Mariano, dia 13 de dezembro de 2012, quinta-feira, às 19 horas no Auditório da Escola Municipal Antônio Franco Laviola.
Os estudos ambientais encontram-se na Prefeitura Municipal de São Francisco do Glória.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

FESTA JUNINA NA ESCOLA ESTADUAL SANTO AGOSTINHO

A festa Junina da Escola Estadual Santo Agostinho foi um sucesso. Além de comidas típicas como canjicão, caldo de pinto, canjiquinha, pipoca e quentão, os alunos apresentaram quadrilhas e dança country. O bingo da bicicleta e do celular atraiu o interesse do povão. Fechando a noite aconteceu um sensacional forró com Joãozinho Garganta de Ouro.
Nossos agradecimentos ao Prefeitura Municipal de São Francisco do Glória, aos professores e alunos e toda a comunidade franciscana que participou do evento.